terça-feira, 7 de julho de 2009

Cinco sem-terra são executados em chacina no Agreste de Pernambuco

Cinco trabalhadores sem-terra foram assassinados em chacina ocorrida no fim da tarde desta segunda-feira (6), no Agreste de Pernambuco. O crime aconteceu por volta das 17h30 no acampamento Chico Mendes, na fazenda Garrote, localizada no distrito de São Domingos, no município de Brejo da Madre de Deus, a 164 km do Recife.

Foram assassinados no local o líder do acampamento, João Pereira da Silva, 39; e mais três colegas - Juarez Cesário da Silva, 20; Natalício Gomes da Silva, 36; e outro conhecido como Dedé, todos do acampamento Lago Azul, da cidade vizinha de Caruaru. Também morreu outro sem-terra, que foi levado ferido ao Hospital de Brejo da Madre de Deus. No crime, também foi baleado outro trabalhador sem-terra - ele foi encaminhado ao Hospital Geral do Agreste, em Caruaru.

Segundo informações preliminares, os seis sem-terra estavam trabalhando na construção da casa de João Pereira quando dois homens chegaram numa moto e anunciaram assalto. Depois do anúncio, os dois homens atiraram contra o grupo. Além da casa de João Pereira, estavam sendo erguidos mais nove imóveis no assentamento, que existe há três anos.

O líder do Movimento dos Sem Terra, Jaime Amorim, que foi ao local do crime esta noite, diz não acreditar em motivações agrárias para a chacina

Nenhum comentário:

Postar um comentário